CONVOCATORIA: Por la memoria de Berta Cáceres

El 3 de marzo de 2016 el mundo se enteraba del asesinato de Berta Cáceres. Hondureña. Reconocida mujer indígena lenca. Defensora de derechos humanos. Activista por el medioambiente. En 1993 cofundó el Consejo Cívico de Organizaciones Populares e Indígenas (COPINH). Su lucha la llevó a ganar en 2015 el Goldman Environmental Prize. Ella encabezó la…

CONVOCATÓRIA: Em memória de Berta Cáceres

No dia 3 de março de 2016, o mundo soube do assassinato de Berta Cáceres. Hondurenha, reconhecida mulher indígena lenca, defensora dos Direitos Humanos e ativista ambiental. Em 1993, co-fundou o Conselho Cívico de Organizações Populares e Indígenas (COPINH). Sua luta fez com que ganhasse, em 2015, o Goldman Environmental Prize. Encabeçou a oposição ao…

ANÁLISE: “Noturno sem pátria” e aldeãos diurnos transnoitados esperando que se dissipe o nublado do dia.

Por Willy Soto Acosta Tradução: Juliana Vitorino   Tive a oportunidade de morar no sul da França durante quatro anos para realizar meus estudos de doutorado. Ainda que eu morasse em Aix-en-Provence, constantemente viajava para Cucuron, uma cidade típica da Idade Média, localizada em outra região, porque ali era a cada de meu orientador, Daniel…

Uma rede tem muitos nós, e existe para jogar-se nas águas

Por Aleksander Aguilar A proposta de trabalho acadêmico coletivo, o GT “El istmo centroamericano repensando los centros”, foi aprovada na Clacso, e é a mais nova expressão da nossa rede O Istmo, que vem se consolidando nos últimos quatro anos com o objetivo de ampliar e fortalecer os olhares cruzados entre o Centro e o…

ANÁLISE: El Salvador – a revolução não acabou em 1992

Por Rudis Yilmar Flores Hernández* Traduzido por Mariana Yante   À diferença de muitos processos revolucionários no mundo, a grande Revolução Russa de 17 de outubro de 1917, a Revolução Chinesa de 1949, Cuba, em 1959, Vietnam, em 1975 – com uma derrota humilhante do imperialismo –  Nicarágua, em 1979, têm em comum a tomada…

ANÁLISE: O nascimento da inteligência contrainsurgente em El Salvador

Por Lucrecia Molinari* Tradução por Mariana Yante   Desenhada pela França para fazer frente às tentativas de libertação por parte de suas colônias Argélia (1954-1962) e Indochina (1946-1954), e com antecedentes quanto à sua utilização pelos Estados Unidos na Guerra da Coreia (1951-1953), a teoria da contrainsurgência desembarcou na América Central após a Revolução Cubana…

ANÁLISE: América Central: O capital na “Era dos canais”

Por Andrés Mora Ramírez* Tradução por : Wenerton Soares Revisão por: Mariana Yante   “O capital deve ser capaz de resistir ao choque da destruição do velho e estar disposto a construir uma nova paisagem geográfica sobre suas cinzas. Para esse propósito devem existir, a seu alcance, excedentes de capital e de mão de obra”. David…

ANÁLISE: Três séculos de prisão por crimes de guerra – Sobre mulheres, memória e justiça na Guatemala (Parte II)

Por Juliana Vitorino   Julgar crimes de guerra não é tarefa simples, pressupõe anos de preparação, verificação das denúncias e, em um país como a Guatemala, em que os denunciados estão vivos, ocupando cargos públicos e de poder e promovendo perseguições, para dizer o mínimo, é particularmente difícil. Os exemplos da ex-procuradora Claudia Paz y…

Criminalização de defensores no norte de Huehuetenango – Parte II

Tradução por Mariana Yante *Esta contribuição corresponde à segunda parte do texto publicado em O Istmo, devido à sua extensão, e tem sua versão original publicada no seguinte endereço: http://acoguate.org/2015/09/07/criminalizacion-de-defensores-en-el-norte-de-huehuetenango/. ** Este trabalho foi originariamente publicado no sítio eletrônico da Coordinación de Acompañamento Internacional em Guatemala (ACOUGATE), e é de autoria de um(a) colaborador(a) que prefere não se…

Criminalização de defensores no norte de Huehuetenango – 1° parte

Tradução: Mariana Yante  *Este texto será publicado em duas partes, devido a sua extensão, e tem sua versão original publicada em: http://acoguate.org/2015/09/07/criminalizacion-de-defensores-en-el-norte-de-huehuetenango/. ** A Coordinación de Acompañamento Internacional em Guatemala (ACOUGATE) é uma rede que congrega 11 comitês autônomos, pertencentes a 10 países da Europa e América do Norte. Um de seus objetivos centrais é o…

Análise: Direitos Sexuais e Reprodutivos em El Salvador

Por Amaral Palevi Gómez Arévalo Revisão por Mariana Yante Em outubro de 2015, a Procuradoria para a Defesa dos Direitos Humanos em El Salvador (2015) publicou o Relatório Especial sobre o Estado dos Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos com ênfase em meninas, adolescentes e mulheres em El Salvador (Informe Especial sobre el estado de los derechos…

CONSTRUA CONOSCO! Campanha de Arrecadação Colaborativa O ISTMO

O Istmo é uma rede para a difusão da América Central. Correntemente, é assim que nos apresentamos. Somos uma rede de pessoas que pesquisam temas centro-americanos, estamos espalhados pela América Latina, Estados Unidos e Europa, mas, sobretudo, somos pesquisadores que fizemos uma clara opção pela Nuestra América, ainda e quando pensamos nas várias pátrias pequenas…

ANÁLISE: Populações indígenas, território e empresas transnacionais na Guatemala

Por Ana Clarice Oliveira* Tradução por Mariana Yante   No centro do Município de Barillas, vários artistas e membros de organizações sociais, bem como moradores deste e de outros municípios guatemaltecos, reuniram-se há alguns dias. Tratava-se de um festival organizado por uma rede de solidariedade, com o objetivo de prestar apoio a nove líderes comunitários…

ANÁLISE: Educação para a Democracia participativa em El Salvador

Por Amaral Palevi Gómez Arévalo Revisão por Mariana Yante   El Salvador, da mesma forma que ocorre com a maior parte dos países da América Latina, possui um sistema político representativo presidencialista democrático, mas este sistema teve uma implementação recente e com uma série de debilidades. Depois de mais de cinquenta anos de sucessivos golpes…

ANÁLISE: As mobilizações sociais na Guatemala

Por Rudis Yilmar Flores Hernández Tradução por Mariana Yante   Muitos meios de comunicação nos últimos dias, e a partir das mobilizações na Guatemala, começaram a conceituá-las e a compará-las à primavera árabe e aos movimentos de “indignados” na Europa e na América do Norte, sem fazer as análises correspondentes das causas que ensejaram o…